COVID-19: Itália introduz novas regras de viagem para o Natal de 2020

Itália introduziu novas restrições para impedir a propagação do coronavírus durante o Natal, incluindo uma proibição de viajar através das fronteiras regionais internas do país entre 21 de dezembro e 6 de janeiro.

O Natal em Itália vai ser diferente este ano / Wikimedia Commons
O Natal em Itália vai ser diferente este ano / Wikimedia Commons
17 dezembro 2020, Emma Donaldson

Enquanto alguns outros países da UE parecem estar a flexibilizar as suas regras durante o período do Natal, o Governo italiano anunciou que vai reprimir as viagens tanto para Itália como dentro de Itália. Itália anunciou uma série de novas regras e restrições COVID-19 para o período de Natal em 2020, incluindo uma quarentena geral durante a época natalícia, numa tentativa de desencorajar as viagens e evitar uma nova onda de coronavírus no país.

O Primeiro Ministro italiano Giuseppe Conte disse numa conferência de imprensa que "não podemos baixar a guarda", e que o país "deve eliminar o risco de uma terceira vaga que poderá chegar em janeiro". O mais recente decreto de emergência italiano detalha regras de viagem rigorosas durante o período de Natal, medidas que se aplicam aos italianos que queiram viajar dentro do país, e viagens internacionais. Vejamos algumas das novas regras de viagem do coronavírus italiano para o Natal de 2020, que se aplicam até ao dia 15 de janeiro de 2021 em muitos casos.

Quarentena obrigatória para todos os que chegam a Itália durante o período de Natal

Os requisitos de entrada em Itália durante a pandemia da COVID-19 foram rigorosos desde o início da pandemia, e durante o Natal e Ano Novo, as regras para viajar a Itália, tais como os requisitos de entrada, serão ainda mais rigorosas. Até agora, os viajantes de certos países tinham de cumprir um período de quarentena de 14 dias, e agora, qualquer pessoa que chegue a Itália durante o Natal ou Ano Novo (entre 21 de dezembro de 2020 e 6 de janeiro de 2021), terá de permanecer em quarentena durante 14 dias. Esta nova medida aplica-se a todos os viajantes que entram em Itália, independentemente da sua nacionalidade e de ser residente em Itália ou de estar apenas de visita, e independentemente do método de transporte utilizado.

Todos os viajantes de países da UE devem apresentar um teste negativo à chegada

Durante o período de Natal, Itália estenderá também os testes pré-viagem a todos os países europeus, incluindo a UE, os países da Zona Schengen e o Reino Unido. Esta medida já se aplica e teve início no dia 10 de dezembro. Até agora, apenas os viajantes de países europeus "de alto risco" tinham de apresentar um teste COVID-19 negativo.

Restrições às viagens domésticas

Para aqueles que já se encontram em Itália, ou para aqueles que já chegaram à sua segunda casa italiana para o Natal, Itália introduziu também restrições rigorosas às viagens domésticas. Estas regras aplicar-se-ão durante todo o mês de dezembro e início de janeiro. De 21 de dezembro a 6 de janeiro, as viagens entre todas as regiões italianas serão limitadas às viagens essenciais que devem ter algum tipo de justificação, e nos principais dias de celebração, 25 e 26 de dezembro, bem como 1 de janeiro, é proibida a saída do seu município (comuna), salvo em caso de emergência.

O recolher obrigatório

Durante a época festiva italiana de 2020, será também aplicado um rigoroso recolher obrigatório das 22h00 às 5h00, e serão aplicadas pesadas multas àqueles que não obedecerem às regras. Esta hora será prolongada até às 7 da manhã do dia 1 de janeiro de 2021, e há relatos de que a "Missa do Galo" será celebrada excecionalmente antes das 20h00, para que as pessoas possam regressar a casa em segurança antes do início do recolher obrigatório.

Regras para cidadãos norte-americanos e canadianos

As restrições de viagem COVID-19 permanecem inalteradas para os viajantes dos EUA. Aqueles que viajam dos EUA a Itália só podem viajar por razões essenciais ou para regressar ao seu local de residência, mas não como turistas, enquanto que o Canadá foi retirado da lista de viagens não essenciais de Itália. Isto significa que os canadianos que desejem entrar em Itália durante o período festivo devem apresentar algum tipo de prova de trabalho urgente ou prova de uma emergência.

Preparado para encontrar a casa dos teus sonhos?

Preparado para encontrar a casa dos teus sonhos?

Encontra casas à venda e em arrendamento a largo prazo no idealista