Seguro automóvel para estrangeiros em Itália

Como conseguir um seguro automóvel em Itália / Gtres
Como conseguir um seguro automóvel em Itália / Gtres
25 novembro 2019, Tom Beck

Para terminar a tua mudança a Itália e acabar de criar o teu novo lar necessitas do teu carro. E, o teu carro tem de existir um seguro, tanto se é importado desde o teu país de origem, como se compras um novo.

Onde podes conseguir um seguro automóvel? Que tipos de coberturas existem? Quanto custa? Respondemos a todas as tuas perguntas sobre os seguros automóvel em Itália.

Conduzir em Itália com um seguro automóvel de outro país

Em Itália, é obrigatório ter um seguro automóvel que cubra, pelo menos, danos contra terceiros. Os carros importados desde países da UE, ou de países da Comunidade Económica Europeia, incluindo Liechtenstein, Noruega e Suiça, estão automaticamente assegurados em Itália, com o seu seguro do país de origem.

Também existe o Certificado Internacional de Seguro ou “Carta Verde”, que certifica a validade do seguro em todos os países europeus. Ao contratar um seguro automóvel, receberás este documento, que também pode ser solicitado noutro momento. Não é algo obrigatório, mas pode facilitar a tua circulação em Itália.

Conduzir em Itália com um seguro automóvel italiano

Se pretendes viver em Itália durante mais de 12 meses, é necessário que registes o teu carro. Receberás um número de matrícula italiano e, desta forma, já poderás contratar um seguro. Graças às leis da União Europeia, podes conduzir em Itália com a tua carta de condução original, sem necessidade de trocá-la por uma carta de condução italiana ou de certificá-la oficialmente.

Um ponto positivo é o fato de que o assegurado é o carro e não o condutor. Desta forma, o veículo pode ser utilizado, de forma legal, por qualquer pessoa com uma carta de condução válida, sem necessidade de fazer alterações à pólice de seguro.

Por outro lado, um aspeto menos positivo é a dificuldade em transferir qualquer tipo de bónus, associado ao teu seguro no teu país de origem, para o seguro italiano.

Os seguros automóvel em Itália são classificados numa escala de CU 1 a 18, subindo até 1 e sendo cada vez mais barato, dependendo do tempo durante qual estás assegurado e se tens ou não penalizações. A maioria dos condutores principiantes recebem uma classificação de CU 14. Mesmo que sejas um condutor experiente, que conduz à mais de 20 anos, sem penalizações, ao chegar a Itália, é muito provável que recebas uma classificação CU 14. Por esta razão, os seguros automóvel em Itália tem valores muitos elevados e, apesar da obrigatoriedade deste tipo de seguro, muitos condutores contratam apenas a tarifa mais baixa, que protege contra danos a terceiros.

Quais são os tipos de seguro que existem em Itália?

As seguradoras italianas oferecem pólices similares às das seguradoras de outros países, sendo que deves escolher aquela que melhor se adapta ao que procuras. Existem três tipos de pólice em Itália:

  • Responsabilita’ Civile verso Terzi: que assegura danos contra terceiros ou contra a propriedade de terceiros na estrada.
  • Persona autovetture: é um seguro para casos de acidentes pessoais, que não é obrigatório por lei. No entanto, pode ser vantajoso em casos de acidente nos quais ou condutor sofre danos ou que provocam a morte do condutor.
  • Danni autovetture: é o equivalente a um seguro contra todos os riscos e, normalmente, é bastante mais caro que os anteriores.

Algumas quotas de seguro podem chegar a 1000 euros por um pacote básico mas, deves sempre negociar o preço final com a seguradora e procurar várias alternativas. Lembra-te que, no final de tudo, o seguro dependerá das tuas circunstâncias pessoais.

O fundamental é a tua segurança e legalidade quando conduzes nas estradas italianas.

Artigo visto em
Preparado para encontrar a casa dos teus sonhos?

Preparado para encontrar a casa dos teus sonhos?

Encontra casas à venda e em arrendamento a largo prazo no idealista