Onde estudar na Europa: dez das melhores cidades para estudantes universitários

studygtres.jpg
As melhores cidades para estudar na Europa / Gtres
23 março 2020, Redação

Se vives em Itália e gostarias de estudar no estrangeiro, existem muitas opções dentro da Europa. Muitos estudantes procuram alargar os seus horizontes, através de opções internacionais e, por isso, apresentamos-te os 10 dos destinos mais interessantes da Europa para estudar.

Dublin, Irlanda

dublin.jpg
Dublin / Gtres

A capital irlandesa apresenta uma alternativa muito interessante, com várias universidades famosas incluindo Trinity College e a University College Dublin (UCD). A renda média mensal é de cerca de 750 euros e qualquer pessoa que queira comprar uma casa na cidade deve dispor de um orçamento mínimo de 350.000 euros para um apartamento de 2 divisões.

Estocolmo, Suécia

stockholm.jpg
Estocolmo / Gtres

Com uma renda média de cerca de 610 euros por mês e preços por um apartamento de 2 divisões que rondam os 500.000 euros, a capital sueca é também um destino de estudo válido. Graças à oferta educacional do Instituto Karolinska e do KTH Royal Institute of Technology, os estudantes são muito bem-vindos na cidade e também dispõem de apartamentos e alojamentos estudantis.

Lund, Suécia

lund.jpg
Lund / Wikimedia commons

Outra cidade sueca que está a chamar a atenção dos estudantes é Lund, localizada no sul do país, cuja universidade está em 96º lugar no ranking das melhores universidades, segundo a revista Times. Um quarto custa cerca de 420 euros por mês, na cidade, enquanto que a compra de um apartamento de 2 divisões custa cerca de 100.000 euros.

Copenhaga, Dinamarca

copenhagen.jpg
Copenhaga / Gtres

Entre os institutos mais famosos da capital dinamarquesa encontramos a sua Faculdade de Economia, a Universidade Técnica da Dinamarca e a UIT. Na Dinamarca, as taxas universitárias são gratuitas e um estudante pode até ser subsidiado pelo Estado, se trabalha pelo menos 44 horas por mês. Quanto aos preços das casas, a renda média é de 750 euros por mês e a compra de uma habitação de 2 divisões custa cerca de 350.000 euros.

Aarhus, Dinamarca

aarhus.jpg
Aarhus / Gtres

Esta é outra cidade dinamarquesa, com uma universidade que ocupa o 115º lugar no ranking da revista Times, que ostenta cursos centrados na economia e gestão. As aulas gratuitas e as bolsas do estado para os estudantes também são aplicáveis aqui e, no que diz respeito aos preços de arrendamento, a média é de cerca de 500 euros por mês, enquanto que com cerca de 240.000 euros podes comprar um apartamento de 2 divisões.

Amesterdão, Holanda

amsterdam.jpg
Amesterdão / Gtres

Entre os institutos mais reconhecidos da capital dos Países Baixos estão a Universidade de Amesterdão e a Universidade de Vrije, com taxas que custam cerca de 1.000 euros para o primeiro ano e 2.000 para todos os anos seguintes. A renda média é de cerca de 950 euros por mês, enquanto que a compra de um apartamento de 2 divisões requer uma média de cerca de 420.000 euros. 

Roterdão, Holanda

rotterdam.jpg
Roterdão / Gtres

Em Roterdão, a Universidade Erasmus e a Universidade de Tecnologia de Delft são as principais ofertas educacionais. A renda mensal na cidade é de cerca de 700 euros, enquanto que a compra de um apartamento de 2 divisões pode custar cerca de 230.000 euros.

Berlim, Alemanha

berlin.jpg
Berlim / Gtres

A Universidade de Humboldt e a Universidade Livre de Berlim estão entre as instituições mais conceituadas da cidade, embora as aulas sejam dadas exclusivamente em alemão. A compra de um apartamento de 2 divisões pode custar cerca de 300.000 euros em Berlim, enquanto que as rendas mensais rondam os 850 euros.

Paris, França

parisgtres.jpg
Paris / Gtres

França tem várias universidades entre as melhores da Europa, incluindo a Université PSL, Sorbonne, École Polytechnique, Universidade de Paris e Télécom Paris, instituições que, no entanto, não oferecem aulas em inglês. A renda média mensal de um quarto individual em Paris é de cerca de 1.100 euros, enquanto que a compra de um apartamento de 2 divisões requer cerca de 650.000 euros.

Barcelona, Espanha

barcelonagtres.jpg
Barcelona / Gtres

As Universidades Pompeu Fabra, Universitat Autònoma e Universitat Barcelona estão entre as melhores da capital catalã, onde arrendar uma casa cerca de 650 euros por mês. A compra de um apartamento de 2 divisões pode atingir uma média de 280.000 euros.

Artigo original: Dieci mete dove studiare all’estero «low cost» (e l’affitto è accessibile) (Il sole 24 ore)

Preparado para encontrar a casa dos teus sonhos?

Preparado para encontrar a casa dos teus sonhos?

Encontra casas à venda e em arrendamento a largo prazo no idealista