Tendências de decoração da casa que surgiram durante a crise do coronavírus

Ikea/ Maisons du Monde/ Pinterest
Ikea/ Maisons du Monde/ Pinterest
1 junho 2020, Redação

Este é um dos melhores momentos para mudar a decoração da tua casa e tirar partido da mudança de estação, especialmente com a chegada do bom tempo em Itália. Cores vivas, texturas ligeiras e flores são uma constante nas estações mais quentes e este ano, as mudanças em casa são essenciais devido à crise do coronavírus que deu origem a novas necessidades, tais como a procura de escritórios em casa e espaços exteriores. No meio de uma emergência sanitária, o mobiliário torna-se uma boa forma de melhorar o ambiente e o aspeto das nossas casas.

Os especialistas do Instituto de Valoraciones analisaram as tendências para a primavera de 2020 e resumiram-nas num estudo de algumas ideias de decoração que podem dar um novo aspeto à tua casa.

A prática acima do estilo

Gtres
Gtres

Este é um princípio que se tornou mais relevante durante o confinamento. Após quase dois meses sem poder sair, muitas famílias aperceberam-se de que a sua casa não é tão funcional e prática como pensavam. A utilidade deve prevalecer sempre sobre o estilo. E isto não se aplica apenas às casas pequenas, mas também às de maior dimensão.

"O mobiliário deve ter uma função e atingir um objetivo. Isto é particularmente importante nos apartamentos mais pequenos, localizados no centro da cidade e, neste caso, é particularmente importante que cada objeto tenha uma finalidade. Por exemplo, há cada vez mais camas articuladas que podem ser guardadas quando não estão a ser utilizadas, o que significa que se pode poupar espaço para outras peças de mobiliário", dizem os especialistas.

Cores neutras e formas modulares

Gtres
Gtres

Se está a mobilar uma casa para arrendar ou vender, é importante que o estilo seja atual e que capte a atenção daqueles que possam estar interessados. Por esta razão, o estudo explica que, "deves tentar mobilar uma casa com estilos de mobiliário simples e neutros e, se possível, com formas modulares para que possam ser adaptados e personalizados de tempos a tempos". Por esta razão, é melhor utilizar móveis multifuncionais que ofereçam versatilidade e flexibilidade e minimizem o mobiliário, permitindo ao inquilino ou comprador personalizar os quartos de acordo com o seu estilo e necessidades".

O papel de parede já não está na moda

Freepik
Freepik
Freepik
Freepik

Hoje em dia, o toque original ou industrial da construção é cada vez mais comum. Neste sentido, os especialistas afirmam que "as paredes de pedra, tijolo ou madeira dão aos espaços um toque moderno e único". Outros materiais de construção como o metal são também utilizados como mobiliário para separar divisões, em candeeiros, caixilhos de portas e paredes de suporte de carga, entre outros. Igualmente interessantes são os elementos decorativos em cores metálicas como ouro, prata ou ouro rosa, bem como a mistura de diferentes materiais nos pavimentos, paredes, móveis e detalhes, como cozinhas com pavimentos em betão e cores escuras, quase pretas, nas paredes.

Design de interiores amigo do ambiente

Freepik
Freepik
Freepik
Freepik

Os edifícios estão a tornar-se mais sustentáveis e, da mesma forma, está a ser adoptado um estilo de vida eco-sustentável no interior das casas. A variedade de têxteis orgânicos está a aumentar e existem até opções de mobiliário que são feitas, por exemplo, de fibras vegetais. Do mesmo modo, existe uma tendência crescente para a reabilitação, reciclagem e reutilização do mobiliário, quer através do recobrimento, revestimento ou utilização de materiais industriais para dar uma nova vida útil ao mesmo. O compromisso de reciclagem está também a chegar às paredes, que estão a ser modernizadas "revelando a imperfeição das pinceladas".

Domótica

Gtres
Gtres

Os peritos garantem que "graças aos assistentes de voz e ao mobiliário inteligente, as casas são cada vez mais "inteligentes" e incluem vários dispositivos que podem ser vistos ou são invisíveis, devido ao fato de, em muitos casos, passarem despercebidos como parte do mobiliário. De qualquer forma, aumentam a funcionalidade do mobiliário".

A tecnologia não está apenas a revolucionar a forma como vivemos, mas também "a forma como vivemos a vida em casa". Já podemos encontrar lareiras eléctricas, artigos de mobiliário que incluem fichas para dispositivos de carregamento, carregadores sem fios, lâmpadas inteligentes e lâmpadas que podem ser controladas por um telemóvel ou comandos de voz e muito mais. E há quem acredite que 2020, se a COVID-19 o permite, será um ano importante em termos da chegada de novos avanços tecnológicos para a casa.

Gtres
Gtres
Preparado para encontrar a casa dos teus sonhos?

Preparado para encontrar a casa dos teus sonhos?

Encontra casas à venda e em arrendamento a largo prazo no idealista