Coronavírus: um guia para viajar a Itália no verão de 2020

Foto de Mike Swigunski em Unsplash
Foto de Mike Swigunski em Unsplash
16 junho 2020, Emma Donaldson

Com a pandemia da COVID-19 a pintar um quadro de constante mudança em toda a Europa, Itália está gradualmente a flexibilizar as suas regras e regulamentos de confinamento para abrir caminho à "nova normalidade" do país. Tendo reaberto as suas fronteiras no dia 3 de junho de 2020, após o encerramento a nível nacional que entrou em vigor a 9 de março de 2020, vejamos algumas das muitas perguntas colocadas por aqueles que querem ou planeiam viajar a Itália neste verão de 2020.

Quem será autorizado a entrar em Itália?

Itália abriu as suas fronteiras, no dia 3 de Junho, apenas aos países da UE, aos países do espaço Schengen, ao Reino Unido, a Andorra e aos cidadãos do Mónaco. Nessa data, as fronteiras também foram abertas à Cidade do Vaticano e a San Marino. Isto significa que os viajantes que chegam a Itália provenientes destes países não terão de cumprir um período de quarentena, a menos que tenham estado em qualquer outro país nos 14 dias anteriores à entrada em Itália, embora, dependendo das regras do seu próprio país, possam ser obrigados a cumprir uma quarentena quando regressarem a casa. É importante ter em conta que estas restrições de viagem se baseiam no local de partida ou de chegada, e não na nacionalidade.

Da mesma forma, os residentes italianos que viajam ao estrangeiro não serão obrigados a ser colocados em quarentena quando regressam ao seu país. O Governo italiano também rejeitou qualquer eventual tentativa de aplicar regras de confinamento distintas em diferentes regiões de Itália, o que significa que as mesmas regras se aplicarão da mesma forma a todas as regiões.

Quando é que os turistas estrangeiros serão autorizados a viajar a Itália?

As pessoas que viajam de outros países e que não tenham sido mencionadas acima terão de esperar um pouco mais antes de visitarem Itália. De acordo com o decreto governamental, os visitantes vindos de fora dos países acima enumerados não seriam inicialmente autorizados a entrar em Itália até, pelo menos, 15 de junho, mas, com planos exatos ainda por determinar, esta data foi adiada ainda mais.

As praias, hotéis e restaurantes estão abertos em Itália?

A Itália entrou na chamada "fase 2" de confinamento no dia 18 de maio, e esta flexibilização de algumas das medidas permitiu a reabertura de praias, restaurantes, bares, hotéis e cafés com estritos limites de capacidade e higiene. Não obstante, é possível restabelecer as restrições em qualquer momento, se a situação epidemiológica do coronavírus se agravar.

Medidas de saúde e segurança

Muitos países continuam a desaconselhar viagens, salvo as essenciais, e a encorajar as férias em casa. Mas se viajar em Itália ainda é uma opção este verão, como muitos outros países, a Itália também tem em vigor medidas rigorosas que deves ter em conta antes de planear uma viagem ao país.  Numa tentativa de evitar uma segunda vaga da pandemia do coronavírus, o Governo italiano delineou várias medidas de saúde e segurança para garantir a máxima higiene, bem como outras diretrizes que devem ser tidas em conta antes de planear uma viagem a Itália este verão.

  • As viagens entre regiões são agora autorizadas em Itália, podendo as viagens inter-regionais ser limitadas por medidas tomadas em relação a zonas específicas do território nacional, de acordo com o risco sanitário específico da mesma zona. Por conseguinte, é aconselhável verificar as orientações locais antes de viajar entre regiões.
  • A partir de 4 de maio de 2020, a fim de conter a propagação do vírus COVID-19, passou a ser obrigatório em todo o país utilizar proteção respiratória, como máscaras faciais, em espaços fechados acessíveis ao público, incluindo os transportes públicos, e em todas as ocasiões em que a distância de segurança necessária de 2 metros não possa ser garantida. Esta medida continua a ser aplicável e, provavelmente, estará em vigor até que a vacina esteja disponível.
  • Todos os serviços, incluindo lojas, bares e restaurantes, devem igualmente aplicar medidas de higiene e higienização, de acordo com as indicações das autoridades e, em espaços mais pequenos, deve ser estabelecida uma capacidade máxima.
Preparado para encontrar a casa dos teus sonhos?

Preparado para encontrar a casa dos teus sonhos?

Encontra casas à venda e em arrendamento a largo prazo no idealista