Civita di Bagnoregio: a "cidade que está a morrer" em Itália nomeada para ser Património Mundial da UNESCO

Civita di Bagnoregio UNESCO
Wikimedia commons
28 janeiro 2021, Redação

Civita di Bagnoregio, conhecida em Itália como "a cidade que está a morrer", foi nomeada para ser Património Mundial da UNESCO em 2021. Esta pequena cidade do município de Bagnoregio, no norte de Lácio, está também incluída na lista oficial das Aldeias Mais Bonitas de Itália, mas ganhou o seu nome sinistro como "a cidade que está a morrer" devido ao fato de a aldeia ter sido ameaçada pela erosão durante séculos.

O nomeado da UNESCO italiana será agora submetido ao Comité de Património Mundial, uma vez que a nomeação foi aprovada pelo Conselho Executivo da Comissão Nacional Italiana para a UNESCO. O Ministro italiano do Património Cultural, Atividades e Turismo, Dario Franceschini, declarou a importância desta mais recente nomeação para Itália e aclamou este "sítio extraordinário" na zona rural italiana.

Esta aldeia tem um passado histórico rico, principalmente devido a problemas em torno da paisagem deste cenário rural. A expressão "a cidade moribunda" foi cunhada pelo escritor Bonaventura Tecchi, que nasceu em Bagnoregio, devido ao fato de os habitantes desta aldeia terem tido de lutar contra a erosão e os deslizamentos de terras desde o ano de 1650, quando um terramoto de 8 graus na escala de Richter atingiu a Itália central.  No entanto, o aspeto atual da aldeia remonta ao fim da Idade Média e tem permanecido quase intacto desde então.

Italy's dying city
Wikimedia commons
Preparado para encontrar a casa dos teus sonhos?

Preparado para encontrar a casa dos teus sonhos?

Encontra casas à venda e em arrendamento a largo prazo no idealista