Casas à venda por 1 euro em Laurenzana: o projeto arranca noutro município italiano

basilicataturistica.it
basilicataturistica.it
7 abril 2021, Redação

As iniciativas de pequenos municípios italianos que põem as suas casas à venda por 1 euro continuam. Desta vez, o idealista/news entrevistou Michele Ungaro, o Presidente da Câmara de Laurenzana, uma aldeia de Basilicata que optou por oferecer parte dos imóveis do seu centro histórico da cidade por um preço simbólico. Vamos descobrir mais sobre as casas à venda por 1 euro em Laurenzana.

Tal como em Oyace e Pietramelara, outras aldeias italianas que vendem casas por 1 euro, não há restrições quanto à utilização dos edifícios uma vez vendidos. A administração de Laurenzana (uma pequena cidade de 1.700 habitantes na província de Potenza) está preparada para facilitar e ajudar os compradores que queiram iniciar um negócio na cidade.

O Presidente da Câmara explica: "Os compradores podem fazer o que quiserem com as casas, o importante é dizê-lo no momento da compra, pois aceitamos qualquer proposta. E se forem levadas a cabo atividades económicas, ainda melhor, e podemos até ajudar aqueles pretendem iniciar um negócio a escolher o imóvel mais adequado para os seus projetos, se o deixarem claro na fase inicial".

O projeto de casas de 1 euro em Laurenzana começou e desenvolveu-se para "reabilitar" o centro antigo da cidade, "não tanto do ponto de vista estético", aponta o Presidente da Câmara Ungaro, "mas para garantir a saúde pública e a segurança, tornando as casas, muitas vezes abandonadas, seguras". Por esta razão e tendo em conta os muitos exemplos espalhados por toda a Itália, este município de Lucânia lançou a sua própria iniciativa.

Este projeto, como muitos outros, também está a ter efeitos para além das fronteiras de Itália, como a CNN também relatou, e o Presidente da Câmara Ungaro já anunciou que já recebeu os primeiros contactos dos compradores. Neste momento, porém, o município (que não exige um depósito por parte dos compradores) está a concentrar-se na cartografia das propriedades a serem postas à venda pelo preço simbólico de 1 euro.

"Estamos, atualmente, a informar os proprietários, não vamos adquirir as casas como património, caso contrário, prejudicar-nos-íamos economicamente", explica. Potencialmente, existem entre 30 e 40 imóveis que poderiam ser vendidos por 1 euro na cidade, e o município já recolheu os primeiros pedidos.

Quem comprar será acompanhado em todas as fases pelas autoridades municipais e deve assumir a obrigação de reabilitar o imóvel que compra. As etapas são as seguintes, conforme detalhado no anúncio oficial na Câmara Municipal: no prazo de 3 meses após a compra, o comprador tem de apresentar o projeto ao Gabinete Técnico Municipal e, a partir do momento da aprovação, tem 3 anos para iniciar os trabalhos de reabilitação.

Preparado para encontrar a casa dos teus sonhos?

Preparado para encontrar a casa dos teus sonhos?

Encontra casas à venda e em arrendamento a largo prazo no idealista