Casas de luxo: onde procurá-las em Milão, Roma e Nápoles

Gtres
Gtres
3 setembro 2020, Redação

É improvável que o setor imobiliário de luxo em Itália venha a sofrer uma crise após a pandemia do coronavírus, principalmente porque este setor tem como alvo compradores com alta disponibilidade financeira. Vejamos onde podes encontrar as melhores casas de luxo em Milão, Roma e Nápoles, bem como descobrir o que é que os potenciais compradores estão à procura.

O que procuram os clientes numa propriedade de luxo

Ao comprar uma casa de luxo, os clientes preocupam-se com a localização, área  (pelo menos 150 metros quadrados), privacidade e acabamentos. A procura de espaço exterior sempre foi uma necessidade, e hoje em dia, na sequência da pandemia de coronavírus, ainda mais.

Outros elementos que aumentam o interesse são a privacidade e sistemas avançados de segurança, bem como aspetos como a atenção aos detalhes, especialmente em edifícios novos, tais como características consideradas de alta tecnologia, eficiência energética e espaços dedicados ao relaxamento e bem-estar, tais como uma sala de fitness. Edifícios de época com frescos tradicionais, vigas expostas e escadas impressionantes são sempre atraentes, ainda mais se oferecem praças ou monumentos.

Com tudo isto em mente, vejamos as oportunidades que podemos encontrar em Milão, Roma e Nápoles:

Casas de luxo à venda em Milão

A zona Garibaldi-Moscova-Porta Nuova está entre as mais procuradas de Milão, vendo várias intervenções imobiliárias que também têm atraído muitos investidores internacionais.

Em Brera, o número de vendas é significativamente inferior à procura, uma vez que é difícil que aqueles que possuem uma propriedade nesta zona se desfaçam dela. O baixo número de imóveis de luxo disponíveis resulta em preços muito elevados que podem atingir picos de 14 mil euros por metro quadrado para uma nova construção, em comparação com uma média de cerca de 7000 euros por metro quadrado para um imóvel que necessita reabilitação.

Corso Italia é uma área da cidade que está a experimentar uma nova vida, na zona desde Crocetta até Missori, onde os preços máximos de 8.500 euros/m2 podem ser atingidos, na Piazza della Guastalla e na Piazza Mondadori, via Quadronno.

Toda a zona do Pagano é também muito popular e regista valores crescentes (entre 7.000-9.000 euros/m2 em média) e tempos de venda reduzidos. A área passou por uma revalorização após a conclusão da City Life, um bairro residencial, comercial e empresarial da cidade.

Casas de luxo à venda em Roma

No centro de Roma, aqueles que procuram a sua primeira casa concentram-se quase sempre em grandes propriedades, possivelmente com espaços exteriores e vistas de praças importantes e históricas. A presença de um elevador, vistas panorâmicas, espaço exterior e luminosidade são muito apreciados. Estes imóveis têm um preço máximo de 14-15 mil euros/m2, preços que podem ser atingidos na Piazza di Spagna, por exemplo.

Na Piazza del Popolo e na Via del Babuino, os preços médios são de 8000-9000 euros/m2. Em outras zonas de Roma central, os preços descem em média para 5000-6000 euros/m2, atingindo valores de 7000-8000 euros/m2 para casas de luxo localizadas na Via Veneto, na Fonte de Trevi e na Piazza Navona.

Ao redor do Panteão e do Bairro Judeu, os preços rondam os 8.000 euros por metro quadrado para propriedades que precisam de ser restauradas, com picos de 10.000 euros por metro quadrado para casas em bom estado.

Em Parioli há também uma boa procura de casas de luxo por profissionais e empresários que gastam entre 600.000 e um milhão de euros na compra de um imóvel. A procura é orientada para moradias, porções de moradias ou penthouses. O tamanho mínimo é de 200 metros quadrados e a presença de um jardim ou terraços é importante.

Casas de luxo à venda em Nápoles

Via Petrarca, Via Catullo e Via Orazio são as zonas de Nápoles onde é possível comprar propriedades de luxo com vistas panorâmicas sobre o golfo. Geralmente, os que procuram este tipo de imóvel solicitam quase sempre espaço exterior (terraço ou jardim), uma vista panorâmica e pelo menos um lugar de estacionamento. Quando todas estas características são encontradas, são atingidos picos de 7500-8000 euros/m2.

Na zona de Caravaggio-Manzoni, os valores imobiliários são mais baixos já que se trata de uma zona menos residencial. Há alguns empreendimentos condominiais importantes com preços de cerca de 3000 euros/m2, com picos de 5000 euros/m2, dependendo da vista panorâmica. Existem poucos edifícios de nova construção, o que significa que a maioria dos projetos envolve reabilitações.

Os peritos salientam que após o confinamento devido à COVID-19, o mercado imobiliário de luxo em Itália se reiniciou, mas que se está a sentir um abrandamento na atividade devido às negociações descendentes de potenciais compradores.

Preparado para encontrar a casa dos teus sonhos?

Preparado para encontrar a casa dos teus sonhos?

Encontra casas à venda e em arrendamento a largo prazo no idealista