Tudo o que precisas de saber sobre acordos de pré-venda ao comprar um imóvel em Itália

Acordos de pré-venda em Itália
Acordos de pré-venda em Itália / Gtres
28 abril 2021, Redação

Saber em que consiste o "contratto preliminare" para a compra de um imóvel e como funciona é muito importante quando se pretende comprar um imóvel em Itália. A fim de dar-te mais informação sobre este contrato pré-venda que faz parte do processo de compra em Itália, o idealista/news pediu ajuda a Giulio Biino, conselheiro nacional de Notariat.

Em que consiste o contrato preliminar para a venda de um imóvel?

"O contrato preliminar é o contrato através do qual as partes assumem as suas obrigações mútuas. O vendedor promete vender e o comprador promete comprar. Com este contrato, as partes comprometem-se a chegar à conclusão da escritura definitiva numa data posterior".

Em que consiste exatamente o contrato preliminar?

"O contrato preliminar em si pode ser um simples contrato privado. Não necessita, portanto, de ser autenticado ou notariado, exceto nos casos previstos por lei. O contrato preliminar, em todos os casos, deve ser registado. Existe alguma confusão em relação a este ponto, mas é de salientar que o acordo preliminar é uma escritura sujeita a registo. Quando se trata de uma agência imobiliária, o mediador é responsável pelo registo do acordo preliminar".

Quais são os impostos envolvidos no contrato preliminar para a venda de um imóvel?

"Em primeiro lugar, como regra geral, o acordo preliminar prevê o pagamento de um depósito. Esta é a soma de dinheiro que o comprador paga ao vendedor. O depósito deve ser devolvido em dobro se o vendedor já não pretender fechar o negócio e é retido pelo vendedor se o comprador já não desejar prosseguir com a compra.

O depósito, portanto, é uma espécie de garantia para ambas as partes. Um acordo preliminar que não prevê o pagamento de qualquer quantia é de pouca garantia, quer para o vendedor, quer para o comprador.

O montante pago como depósito está sujeito a um imposto de 0,50%. Se forem pagos montantes intermédios, ou seja, outros pagamentos entre o momento da assinatura do acordo preliminar e o momento do acordo de compra final, podem ser classificados indiferentemente, à escolha das partes, como um acréscimo ao depósito ou como um adiantamento".

O contrato preliminar deve ser assinado perante um notário?

"O artigo 2.645 bis do Código Civil italiano prevê o contrato preliminar celebrado com a intervenção do notário, quer por escritura notarial privada, quer por escritura pública. Neste caso, já não existe apenas a obrigação de registo, mas também a obrigação de transcrever o acordo preliminar.

A transcrição acrescenta uma importante proteção em benefício do potencial comprador: impede o vendedor de vender duas vezes o mesmo imóvel e protege o comprador de quaisquer contratempos económicos ou financeiros".

É importante fazer um contrato preliminar?

"Pode acontecer que duas pessoas, que se conhecem e confiam uma na outra, cheguem a um acordo e decidam, com um aperto de mão, assinar a escritura após uma semana ou dez dias, que é o tempo necessário para o notário preparar a escritura final. Mas estes são casos muito esporádicos. Caso contrário, é indispensável formalizar o acordo entre as partes de alguma forma, e em Itália esta formalização é feita com um acordo preliminar".

Preparado para encontrar a casa dos teus sonhos?

Preparado para encontrar a casa dos teus sonhos?

Encontra casas à venda e em arrendamento a largo prazo no idealista